quarta-feira, 1 de abril de 2015

Por que eu nunca mais apareci

  Olá pessoas,vocês devem estar se perguntando por que eu nunca mais postei nada,bom...vou explicar tudinho hoje,falando um pouco da minha vidinha.
   Tenho 17 anos,no ano passado fiz a prova do ENEM,e logo no comecinho do ano eles divulgaram as notas,várias pessoas foram ao site vê-las,não vou mentir para vocês,mas tive complicações em ver minha nota,o site estava dando erro e tive que recuperar minha senha,e no dia seguinte recuperei a senha,então ansiosamente fui ao site ver a nota,tirei 608.18 pontos,muitas pessoas vão falar que não é grande coisa,e talvez não seja mesmo,porém levando em conta o número de pessoas que zerou a redação,além da quantidade de gente que ficou abaixo da minha nota eu sou uma vencedora,sem querer me gabar.
   Não queria um curso muito concorrido,minha escolha foi design bacharelado na UFAL,que engloba design de interiores,gráfico e produtos,eram 30 vagas,sendo 18 vagas para ampla concorrência,caso o SISU não desse certo,poderia optar pelo curso de design gráfico em uma faculdade particular,um curso só de design gráfico que custa R$ 720,00 todo mês,ou faze-lo pelo fies e acumular uma boa divida. 

  Minha mãe não esperou a lista de classificação do sisu sair e já ficou falando besteiras tipo ela não iria passar e tal,pelo celular aos berros sem necessidade,saiu a primeira chamada e eu não passei,boca de mãe é a desgraça...mas continuando ela me colocou em um curso preparatório para o enem(primeira vez que faço esse tipo de cursinho) para fazer o a prova de novo,entrei na lista de espera que saiu há algum tempo depois,para mim parecia uma eternidade,demorou para que aparecesse alguma novidade,fui chamada pra fazer a pré-matricula ainda na opção de suplente,então mês passado se não me engano,adivinha ?! mais uma surpresinha da vida,você deve estar pensando a bubu conseguiu passar eeee,queria eu que tivesse...um montão de gente desistiu ou não entregou os documentos da pre-matricula e muitas pessoas foram chamada,até o participante de classificação 18 foi chamado,detalhe eu era a 19 e lógico...não fui convocada para confirmar a matricula. 
  Pensei em várias coisas ainda de férias que poderiam me tirar desse infortúnio,como o Prouni´´Universidade para todos`` que poderia me dar uma bolsa de estudos,integral ou parcial em alguma faculdade particular,só que eu não represento o ´´todos`` desse programa,só os indivíduos que podem participar desse programa são alunos de escola pública ou com bolsa de estudos integral,então não tinha outra escolha a não ser fazer o cursinho.
  É triste e engraçado porque tudo quanto poderia pensar como solução não dava certo ou não era viável...e você ainda está se perguntando por que você nunca mais apareceu por aqui ?! Bom esse curso é muito puxado eu me acordo cedo,pego ônibus,fico lá até 12:40 normalmente, e as vezes mais um pouco para pegar redações,tem 6 aulas por dia tirando segunda e sexta que tem plantão,cada aula com quase uma hora,depois pegar o ônibus de novo estudar até 17 ou 18 horas e estar morta de cansaço,embora tenha que repetir a mesma rotina todos os dias da semana.
   Agora vou contar para vocês como foram meus primeiros dias no curso,foi muito tenso gente,me acordar 5:10 da manhã para pegar o ônibus sem demora e pegar um cadeira em um bom local da sala,chegar lá e etc. Era um lugar lotado de gente eu tentava puxar conversa com algumas pessoas mas nunca dava muito certo,as pessoas nunca puxavam assunto,e quando eu achava que estava fazendo amigos elas paravam de falar comigo sem motivo,me viam e fingiam que nunca tinham falado um oi,o meu primeiro dia de aula não foi tão ruim pois as aulas são muito boas.Fui pegar o ônibus para ir pra casa,estava com pressa,nervosa e ao mesmo tempo um pouco triste por tudo aquilo estar acontecendo comigo,logo eu,que sempre me esforcei para ser uma boa aluna e tirar notas boas,era a aluna que os professores sempre adoravam,agora estava em um lugar desconhecido,com vários professores,e nenhum amigo,mas foco! Vamos voltar ao ponto de ônibus,onde eu desesperadamente dei a mão para o ônibus que iria pegar,porém ele simplesmente passou direto,e olhei para frente,avistando três pessoas rindo da minha cara,que particularmente,carinhosamente mentalmente apelidei como os três demônios.
Entrei em outro ônibus e o motorista passou direto no meu ponto,ai eu falei abre a porta (com minha falta de moral),o povo logo falou esse não é o ponto,embora eu saiba que a minha mãe pega o seu transporte lá toda vez,uma japa olhou para minha cara como se falasse que garota estúpida(acho que era minha consciência),resultado...um ponto depois eu saltei do ônibus e peguei minha sombrinha por causa do calor e do sol quente,fui para casa depois dessa presepada que eu vivi.
Bom...outros problemas aconteceram nos dias seguintes por obras na pista,e pelo meu pouco costume de usar o transporte público,pois antes eu usava minhas pernas para ir a escola,mas agora tudo bem ,tudo bom já fiz alguns amigos,já sei pegar o ônibus direitinho...embora eles demorem e passem do ponto algumas vezes.
A lição que aprendemos hoje foi: não seja azarado,fim.(brincadeira)
Então,por hoje é só pessoal e até a próxima ^^.


2 comentários:

Taís Queres disse...

Que história hein! Espero que você consiga tirar aquele notão, eu também estou me preparando, e olha, não é fácil! Boa sorte! Conte-nos depois, o que ocorreu desde então :)
Bjs

devaneiosdeinverno.blogspot.com.br

Bubu-chan disse...

vou contar pode deixar ^^

Postar um comentário